Piaui
CONDENADO

Após encomendar a morte dos pais, filho é condenado a 59 anos de prisão

À época, a Polícia Civil acreditava que Itamar Lopes Santos e Ivanilda Silva Santos tinham sido vítimas de latrocínio

06/09/2019 20h29
Por: Redação
Fonte: Metrópolis
214

Na manhã dessa quinta-feira (5), a justiça condenou Júnior Dias dos Santos, 24 anos, por ter encomendado a morte dos pais em 2015. A Justiça de Nova Serrana condenou Júnior a 59 anos de prisão e os executores, Alex Júnior Francisco e Vinícius Carivaldo de Lacerda a 38 anos. 

Os pais de Júnior foram encontrados mortos em junho de 2015, dentro de uma caminhonete em uma estrada de terra. Nos corpos foram encontradas marcas de violência. De acordo com o promotor de acusação, as provas “são irrefutáveis e comprovam que o filho do casal é o mandante do crime”. 

À época, a Polícia Civil acreditava que Itamar Lopes Santos e Ivanilda Silva Santos tinham sido vítimas de latrocínio, já que dinheiro e diversos objetos foram roubados. 

Segundo a polícia, a investigação tomou um novo rumo quando investigadores localizaram o celular da empresária que estava registrado em um serviço de rastreamento. O aparelho tinha sido vendido por um dos acusados do crime.

Segundo o promotor Alderico de Carvalho, durante as investigações o acusado que vendeu o celular da vítima confessou o assassinato, contou quem era o outro executor e que os dois tinham sido contratados pelo filho mais velho do casal por R$ 15 mil para cometer o crime.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.