Piaui
DEMITIDOS

Cinco servidores da saúde acusados de crime são demitidos e outros dois tem aposentadoria cortada

Ministério da Saúde aplicou punições severas após descobrir que os funcionários cometerem irregularidades no exercício dos cargos

10/09/2019 17h12
Por: Redação
Fonte: 100noticias.com.br
66

Entre as punições aplicadas pelo Ministério da Saúde estão demissão de cinco funcionários e cassação de duas aposentadorias. Um dos funcionários era uma médica. Os casos foram publicados nesta terça-feira (10) no Diário Oficial da União

Entre as infrações estão a revelação de segredos da pasta, lesão aos cofres públicos, dilapidação do patrimônio nacional, corrupção, acumulação ilegal de cargos, utilizar pessoal ou recursos materiais da repartição em serviços ou atividades particulares e receber propina, comissão, presente ou vantagem de qualquer espécie.

Sandra da Silva Azevedo foi acusada de não exercer com zelo e dedicação as atribuições do cargo, de não ser leal às instituições às quais servia e de não observar as normas legais e regulamentares. Além disso é acusada de desempenhar as atividades profissionais com preguiça, ter atrasos frequentes, muitas faltas injustificadas e desinteresse pela função.

Outros servidores que aparecem no documento são: a auxiliar operacional de serviços diversos Virlá Bellonia Rezende, punida por agir de forma desidiosa no trabalho.

O engenheiro Rodrigo Luiz Lima de Souza que acabou exonerado por proceder de forma desidiosa e pela prática de ato de lesão aos cofres públicos e dilapidação do patrimônio nacional. A agente administrativo Cremilda Rosa Lopes foi punida pelo mesmo motivo do engenheiro.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.