Piaui
DEP MARINA SANTOS

Irmã da Deputada Federal Marina Santos tem clínica investigada no desvio da Saúde em mais de R$ 17 milhões

Daria para custear o tratamento de 400 mil pacientes

10/09/2019 18h05Atualizado há 1 semana
Por: Redação
Fonte: ENCARANDO
264

A Operação Peloponeso, comandada pelo Delegado Regional do combate ao crime organizado (DRCOR-PI), Albert Paulo, deflagrou um esquema criminoso que investiga o desvio de mais de R$ 17 milhões de Recursos Públicos do Ministério da Saúde destinados ao pagamento de serviços especializados de reabilitação de pessoas com deficiência.

Segundo a PF duas clínicas na cidade de Picos, uma de nome BIODIAGNÓSTICO de propriedade da Radiologista Sara Jane, irmã da Deputada Federal Marina Santos, e a entidade FILANTRÓPICA APAAS, recebiam o pagamento através de depósito pelo Fundo Municipal de Saúde.

O dinheiro era sacado em espécie e distribuído para os integrantes da organização.

Os Policiais Federais acrescentam que o serviço de reabilitação no Hospital Regional Justino Luz, em Picos, foi desativado justamente para concentrar os atendimentos nas duas clínicas investigadas.

Revoltante quando se imagina que o dinheiro arrecadado por uma dessas clínicas, daria para custear o tratamento de 400 mil pacientes.

No entanto, os recursos foram consumidos por essa quadrilha com ramificação em Teresina e Brasília.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.