URGÊNCIA E EMERGÊNCIA ODONTOLÓGICA
Unicef
Terra Querida
Gerou revolta!

Ceará solicita que CBF não escale árbitros de Rio de Janeiro e Minas Gerais em jogos do time

O pedido ocorre após a derrota por 1 a 0 para o Palmeiras, em que o Vovô foi prejudicado com gol anulado de Felipe Silva

Esporte

Esportenoticias e informações do esporte

04/11/2019 17h25Atualizado há 2 semanas
Por: Leonardo Soares
Fonte: Diário do Nordeste
53

Depois de mais uma polêmica no Campeonato Brasileiro, a diretoria do Ceará enviou ofício à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) solicitando que a entidade não escale mais árbitros dos estados de Rio de Janeiro e Minas Gerais para partidas do clube na competição.

O pedido ocorre após a derrota por 1 a 0 para o Palmeiras, em que o Vovô foi prejudicado com gol anulado de Felipe Silva que gerou revolta dos alvinegros.

Aos 41 minutos do segundo tempo, o camisa 10 aproveitou sobra da defesa do Palmeiras e mandou para as redes. A arbitragem, porém, marcou impedimento de Bergson em lance extremamente questionável, já que o atacante do Vovô parece estar em posição legal.

A polêmica é ainda maior pelos árbitros escalados para a partida, que foi comandada por Felipe Fernandes de Lima e teve Felipe Alan Costa de Oliveira e Marcus Vinicius Gomes como auxiliares. O datalhe: todos são de Minas Gerais. No árbitro de vídeo estava Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG), com auxílio de Marco Aurelio Augusto Fazekas Ferreira (MG) e Celso Luiz da Silva (SP).

Na luta contra o rebaixamento, o Ceará tem a concorrência direta de dois clubes mineiros, Cruzeiro (16º) e Atlético-MG (13º). Além disso, outros dois times cariocas também estão ameaçados de queda, Fluminense (17º) e Botafogo (14º).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.