Terça, 01 de Dezembro de 2020
(89)981305731
Política 2022

Firmino Filho se diz surpreso com apoio de João Vicente Claudino à Fábio Abreu

Prefeito diz que o ex-senador sinaliza que estará ao lado de Wellington Dias em 2022

01/09/2020 17h40 Atualizada há 3 meses
171
Por: Redação Fonte: 100noticias.com.br
Firmino Filho se diz surpreso com apoio de João Vicente Claudino à Fábio Abreu

A decisão do ex-Senador João Vicente Claudino (PTB) em declarar apoio às pré-candidaturas de Fábio Abreu (PL) e Dr. Hélio (PL) pelas Prefeituras de Teresina e Parnaíba, respectivamente, não agradou Firmino Filho (PSDB), que esperava ter o empresário no mesmo palanque que o seu nas Eleições Municipais deste ano.

A decepção do gestor se dá pelo fato de que o PTB, mesmo sendo um parceiro histórico de Wellington Dias em âmbito estadual, também era alinhado ao PSDB na capital, mas agora optou por romper essa relação.

Para ele, isso evidencia o empenho do Governador pelas pré-Candidaturas de oposição.

“Para todos foi uma surpresa (...) Na realidade o PTB agora quebra um equilíbrio e acho que assume, definitivamente um lado, que é o do Governo Estadual, como sempre esteve.

Isso pra gente é salutar, pois sabemos de que lados estão e mostra que essa articulação está sendo feita pelo Palácio de Karnak”, disse o Prefeito.

Crítico da interferência de W. Dias nas disputas Municipais, citando inclusive a convocação de suplentes para a Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) para acomodar aliados, Firmino entende que este acerto entre PTB e pré-Candidatos da base Governista antecipa o cenário para a sucessão ao Governo do Estado.

“Acho que está bastante claro que o João Vicente Claudino está alinhado ao Governador e toda essa estratégia. Eles estão juntos para 2022, como sempre estiveram em nível Estadual, ele sai um pouco das indefinições”, avaliou o político tucano, que ainda colocou em dúvida se o empresário será prestigiado futuramente, ao resgatar outros momentos  em que preferiu estar ao lado dos petistas.

É o caso eleições de 2006, quando W. Dias disputava sua primeira reeleição, o PTB recusou convites da oposição e apoiou o petista.

Em 2010, ano em que os petebistas perderam a cabeça de chapa para o PSB e, mesmo acordados com o PSDB, optaram por reforçar o palanque de Wilson Martins.

“Existe uma identidade muito grande entre o PTB e o Governador Wellington Dias”, concluiu Firmino. 

Ele1 - Criar site de notícias