Segunda, 18 de Janeiro de 2021
(89)981305731
Brasil ONU

Representante da ONU chama gestão de Bolsonaro na pandemia de “devastadora”

Michelle Bachelet também condenou a politização da pandemia e classificou atitude de minimizar a doença como "irresponsável"

09/12/2020 22h53
101
Por: Redação Fonte: www.100noticias.com.br
Representante da ONU chama gestão de Bolsonaro na pandemia de “devastadora”

A alta comissária da ONU para Direitos Humanos, Michelle Bachelet, concedeu uma entrevista nesta quarta-feira (9/12). Para ela, grande parte da América Latina não apresentou cenários positivos para combater a Covid-19 e não economizou palavras para fazer um alerta sobre a situação no Brasil.

“A Covid-19 teve um impacto devastador no Brasil”, afirmou Bachelet.

“No Brasil, em especial, vimos um impacto desproporcional em grupos em situação vulnerável, como pessoas vivendo na pobreza, afrodescendentes, indígenas, LGBTI, pessoas privadas de sua liberdade e pessoas vivendo em locais informais”, destacou.

Michelle também criticou a politização da pandemia e classificou a atitude de minimizar a doença como “irresponsável”. A falta de comprometimento no combate agravou a crise gerada pela Covid-19.

Bachelet foi questionada por uma jornalista brasileira sobre o comportamento do presidente Jair Bolsonaro. Ela contou que prefere não fazer citações nominais em suas falas.“Mas vou ter de dizer que em qualquer país do mundo onde líderes negaram a existência da Covid-19 e evidências científicas, eles tiveram um efeito devastador. Isso ocorreu em muitos países. Não apenas no Brasil, mas também no Brasil”.

Recomendações da OMS

A alta comissária voltou a chamar atenção para que as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) sejam seguidas para frear o contágio e que líderes devem ser as referências em seus países.

“Se líderes não fazem isso, não darão o melhor exemplo. Primeiro, vão se infectar, como de fato ocorreu para alguns. Mas, em segundo lugar, não ajudam a resposta do país a uma pandemia como a covid-19. Portanto, eu acho que qualquer líder que negue a pandemia e a ciência não é o melhor (caminho). Não vai funcionar”, disse.

Bachelet comparou a situação na África com o cenário sul-americano. Apesar de ambas as regiões não possuírem tantos recursos estruturais e financeiros, a orientação correta consegue frear os impactos negativos gerados pela doença.

“Na África, há uma falta de recursos. Mas com a experiência do ebola, a comunidade se organizou e soube responder”, destacou.

Para Bachelet, as pessoas precisam entender a situação e as decisões dos líderes e que envolvem o povo.

“Elas precisam de confiança nas instituições. Espero que líderes no Brasil possam ser mais abertos ao que a ciência nos diz”, conclui.

Cristino Castro - PI
Atualizado às 00h13 - Fonte: Climatempo
26°
Poucas nuvens

Mín. 22° Máx. 36°

27° Sensação
10.4 km/h Vento
52.9% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (19/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 37°

Sol com algumas nuvens
Quarta (20/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 37°

Sol com algumas nuvens
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias