Terça, 27 de Julho de 2021
Geral Piauí

Agenda 2030 terá índice para acompanhar desenvolvimento dos territórios piauienses

O processo de elaboração envolve todas as secretarias do Estado e tem como um dos principais produtos a criação do Índice de Desenvolvimento Territorial (IDT) que permitirá a construção de ações que permitam acelerar o desenvolvimento de cada um dos terri

25/05/2021 09h20
33
Por: Redação Fonte: Secom Piauí
Foto: Reprodução/Secom Piauí
Foto: Reprodução/Secom Piauí

A Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan), durante toda a semana passada e nessa segunda-feira (24), realizou encontros virtuais com órgãos do governo para a apresentação da proposta da Agenda 2030 – ODS Piauí. O trabalho é coordenado pela Seplan, em parceria com a equipe técnica do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).

O processo de elaboração da Agenda 2030 envolve todas as secretarias do Estado e terá como um dos principais produtos a criação do Índice de Desenvolvimento Territorial (IDT) que permitirá a construção de ações que permitam acelerar o desenvolvimento de cada um dos territórios.

 


Segundo Ariane Favareto, assessora geral para elaboração da Agenda 2030, os encontros tiveram três objetivos principais: apresentação da proposta conceitual e metodológica da Agenda 2030 – ODS-PI; coleta de possíveis sugestões e considerações para compor a versão final da proposta, a ser entregue no fim desse mês; e solicitação que cada órgão de governo indique uma pessoa para contato direto durante a elaboração da Agenda. “O primeiro objetivo foi plenamente alcançado com a realização das reuniões e a participação efetiva dos órgãos de governo convidados. Já os segundo e terceiro objetivos ainda terão um tempo para se concretizarem. Haverá um envio formal por parte da Seplan do documento apresentado e um pedido para a indicação de uma pessoa de cada órgão que fará parte diretamente do trabalho”, explicou.

Para Débora Galvão, coordenadora nacional do Projeto ODS-PI e assessora da Seplan, os encontros articularam diferentes setores. “As secretarias vão contribuir para a implementação desse projeto e para a construção da Agenda 2030, justamente porque ela engloba as diferentes áreas: social, ambiental e econômica, e por isso algumas secretarias são peças-chaves no desenvolvimento desse trabalho. A secretaria do Meio Ambiente, que demonstrou uma grande contribuição, está diretamente ligada aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). As demais secretarias, Sasc, Seduc, Sesapi, Seid e Suparc se colocaram totalmente à disposição para estarem juntas e alinhadas ao projeto. Para que a Agenda 2030 tenha uma realização eficaz precisamos justamente do diálogo entre os demais setores e órgãos do governo, para que todos juntos possamos implementar os ODS e termos êxito do projeto nos territórios do Piauí”, ressaltou.

A equipe da Seplan que está desenvolvendo a Agenda 2030 – ODS Piauí tem como diretora a secretária de Estado do Planejamento, Rejane Tavares; coordenadora, Débora Gomes Galvão; assessora geral, Ariane Favaretto e demais especialistas que compõem as áreas de políticas sociais, meio ambiente, infraestrutura e logística, comunicação e economia.

Ele1 - Criar site de notícias