Sábado, 25 de Setembro de 2021
°

-

Esportes Rebaixamento

Os desafios de Felipão para livrar o Grêmio do rebaixamento

Em sua quarta passagem, Felipão está há 49 dias comandando o Grêmio

11/09/2021 às 10h44
Por: Leonardo Soares Fonte: O Sul
Compartilhe:
Os desafios de Felipão para livrar o Grêmio do rebaixamento

Campeão da Libertadores, do Brasileirão, da Recopa Sul-Americana, da Copa do Brasil e do Campeonato Gaúcho comandando o Grêmio, o multicampeão, Luiz Felipe Scolari, tem seu nome marcado no tricolor como um dos maiores treinadores da história. Porém, após passagens com inúmeros títulos, seu quarto desafio em Porto Alegre tem uma tônica principal: retirar o tricolor da zona do rebaixamento.

São 49 dias trabalhando no Rio Grande do Sul e 14 jogos na casamata gremista. Apesar de um aproveitamento mediano de 55% no Campeonato Brasileiro, o que seria mais que o suficiente para livrar o time da zona da degola, além de o colocar dentre os classificados para a Pré-Libertadores, Felipão não conseguiu retirar o Grêmio das últimas colocações. Pesa o péssimo início antes de sua chegada.

No domingo, às 11h, diante do Ceará, Felipão inicia o segundo turno do Campeonato Brasileiro e terá 19 partidas para fazer os gaúchos reagirem na competição. Com seu estilo ‘quebrador de vestiário’, Scolari tentará retomar o anímico dos seus jogadores. Tendo a péssima marca de segundo pior ataque do campeonato, tricolor precisa ter melhor êxito nas finalizações. Ponto este muito cobrado pelo treinador.

Apesar de suas equipes nunca serem caracterizadas por um toque de bola refinado, ou uma posse de bola excessiva, Felipão tem como maior desafio buscar um melhor poderio ofensivo. Para isto, recebeu reforços como Borja, Villasanti e Campaz, que devem ao longo desta segunda metade da competição, se entrosarem mais com o restante do grupo. Além disso, Scolari aposta no retorno de Douglas Costa, que antes da sua parada por lesão, ainda não havia correspondido tudo que depositaram ao seu cargo.

O trabalho de Felipão até aqui é visto como positivo. O experiente treinador chegou no momento mais turbulento do clube gaúcho nos últimos seis anos, pelo menos. A remobilização já iniciou nestas últimas duas semanas que o Grêmio teve livre para treinar. Sua ideia ao relacionar 32 jogadores para o confronto diante dos cearenses, é justamente ajustar o ponto psicológico do plantel, tendo todos à disposição auxiliando, seja, desempenhando funções dentro ou fora das quatro linhas.

Ele1 - Criar site de notícias