Cultura Cultura

Desfile no Palácio das Artes abre a Semana de Moda de Belo Horizonte

Realizado com apoio da Secretaria de Estado de Cultura e da Fundação Clóvis Salgado, evento vai apresentar looks de 50 designers mineiros

20/10/2023 às 15h30
Por: Redação Fonte: Secom Minas Gerais
Compartilhe:
Léo Bicalho
Léo Bicalho

A Associação dos Criadores e Estilistas de Minas Gerais (A.Criem-MG), em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) e Fundação Clóvis Salgado (FCS) , promove o desfile Moda e Arte no Palácio, neste domingo (22/10), às 19h, no foyer do Palácio das Artes.

O tema escolhido ressalta a moda como elemento da cultura que transita e dialoga com todas as artes, uma atividade potente capaz de transmitir e amplificar expressões artísticas e mensagens contemporâneas. Natural que o desfile ocorra no Palácio das Artes, casa que abriga todas as manifestações culturais.

A segunda edição do evento abrirá a Semana de Moda de Belo Horizonte e tem patrocínio da Cemig via Lei Estadual de Incentivo à Cultura (Leic). O desfile conta, ainda, com os apoios institucionais da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) e da Câmara de Diretores Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH). A curadoria é dos estilistas Antônio Diniz, presidente da A.Criem, Victor Dzenk e Renato Loureiro. 

O secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira, pontua a importância dessas ações para a construção de políticas públicas voltadas para o design mineiro. “A realização do desfile, seguido de exposição no Palácio das Artes, integra o programa Minas Criativa, no qual se insere o Passarela Liberdade, que é o Plano Executivo da Moda do Governo de Minas Gerais . Essas ações, que são inauguradas no contexto da Semana de Moda de Belo Horizonte, materializam a proposta de construir políticas públicas voltadas para o design, uma demanda apresentada pelo Conselho Estadual de Política Cultural. O desfile e a mostra cumprem o objetivo de fomentar, dar visibilidade ao trabalho dos nossos designers e valorizar a moda mineira, que é historicamente reconhecida no país e conquista admiradores no mundo todo ”, comenta Oliveira.

O presidente da Fundação Clóvis Salgado, Sérgio Rodrigo Reis, ressalta a relação entre moda e cultura. “A moda atravessa todas as artes e é um retrato de épocas e civilizações. É, sem dúvida, uma das maiores manifestações artísticas com uma característica a mais que suas irmãs, a de também ser uma indústria. A moda integra a economia da criatividade e, como o turismo, gera renda e emprego, movimentando a cadeia produtiva de roupas, sapatos, acessórios, joalheria e até da indústria de cosméticos. Por toda esta riqueza é que a Fundação Clóvis Salgado e o Palácio das Artes têm a honra e o privilégio de abrigar o desfile que marca a abertura da Semana de Moda em Belo Horizonte”, afirma Reis.

Serão apresentados looks autorais de 50 designers mineiros pertencentes à associação, incluindo dez novos talentos previamente selecionados por meio de avaliação de portfólios. Bela Ferreira, Adriana Gonçalves, Lívia Castro, Diego Alvarenga, Marina Rosa, Thiago Mirandes, Lívia Lopes, Aislan Batista, Rodolfo Oliveira, Túlio Assunção são os novos nomes que cruzarão a passarela pela primeira vez. “É uma ótima oportunidade de eles ganharem visibilidade e de mostrarem suas criações junto a profissionais já tarimbados”, diz Renato Loureiro, responsável pela curadoria dos candidatos.

A renovação e oxigenação do mercado por meio da criatividade e manifestação dos jovens estilistas é um dos objetivos da A.Criem.

O styling do desfile terá a assinatura de Paulo Martinez e a direção geral é de Roberta Mazzola. Os looks inspirados no streetwear e a cartela de cores são os elementos que trarão unidade à apresentação, costurando o trabalho de Martinez, que elegeu tons e texturas do preto em contraponto com metalizados de todos os matizes.

A.Criem

A associação foi criada em 2020 com o objetivo de valorizar e divulgar os profissionais responsáveis pelo estilo da moda de Minas Gerais, além de defender seus interesses no mercado.

Em abril, empreendeu sua primeira ação de repercussão nacional, promovendo o desfile Passarela da Liberdade, nos jardins do Palácio da Liberdade, evento que abriu a semana de moda de Belo Horizonte, com recursos da Leic e inserção no conceito de ressaltar o talento dos estilistas mineiros.

Após o evento, os looks desfilados  ficarão expostos na Pequena Galeria do Palácio das Artes. Dessa vez, a primeira exposição será no Minascentro, durante a realização do Minas Trend; depois as roupas seguirão para a mostra no Palácio da Liberdade, onde ficarão expostas até novembro.

Segundo Antônio Diniz, “a melhor forma de apresentar e valorizar a performance dos designers é por meio das mostras e dos desfiles, ocasião em que eles têm a oportunidade de liberar a veia criativa livres das amarras comerciais”.

Ele1 - Criar site de notícias