Sexta, 21 de Janeiro de 2022
Piauí PPPs Piauí

Suparc apresentará benefícios do projeto Cidades Inteligentes em Barras

Este é o segundo município a receber os estudos de viabilidade da PPP de cidades inteligentes. Angical do Piauí foi a primeira e deve lançar o edital da licitação ainda este mês.

10/01/2022 às 16h16 Atualizada em 10/01/2022 às 16h19
Por: Redação Fonte: Secom Piauí
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Piauí
Foto: Reprodução/Secom Piauí

Barras é um dos primeiros municípios Piauí a implantar uma parceria público privada de Cidades Inteligentes. O objetivo do projeto é tornar mais eficientes os serviços de iluminação pública, de telecomunicações e geração de energia fotovoltaica para atender a demanda municipal, englobando tanto fatores econômicos quanto sociais. As melhorias na infraestrutura dentro do Conceito Smart Cities (Cidades Inteligentes) garantem mais desenvolvimento de forma sustentável, além de oportunidades de geração de emprego e renda para a população.

A Superintendência de Parcerias e Concessões do Piauí (Suparc-PI), em parceria com o Instituto de Planejamento e Gestão de Cidades (IPGC), elaborou os estudos de viabilidade em Barras. No projeto consta que a partir da substituição de todas as luminárias por lâmpadas de LED haverá uma redução de quase 70% no gasto com iluminação pública, além de garantir uma valorização do espaço urbano com maior aproveitamento do ambiente noturno, oferecendo mais segurança e integração social.

Além da instalação de internet banda larga em 75 prédios públicos, o projeto prevê a disponibilização de 15 pontos de Wi-Fi livre para a população, visando à democratização do acesso à internet de alta qualidade, além de 15 pontos de videomonitoramento, trazendo mais segurança para o município. As imagens reproduzidas pelas câmeras serão disponibilizadas através da rede de telecomunicações para auxiliar as forças de segurança pública na cidade.

O projeto prevê, ainda, a geração de energia fotovoltaica, através de instalação de placas solares nos telhados de prédios públicas, reduzindo o custo com energia predial do município e garantindo a adoção de uma fonte renovável de energia que possibilita menor geração de gases poluentes no meio ambiente. Serão instaladas 199 unidades consumidoras na cidade.

Barras, que possui uma população de aproximadamente 47 mil habitantes, é a segunda cidade do estado a receber os estudos de viabilidade para PPP de Cidades Inteligentes. O investimento do parceiro privado em obras, aquisição e implantação de equipamentos e melhoria da infraestrutura nesses setores deve chegar a mais de R$ 15 milhões.

A primeira fase do Programa PPP Piauí Cidades Inteligentes conta com 11 municípios cadastrados: Barras, Buriti dos Montes, Castelo do Piauí, Miguel Alves, Angical do Piauí, Campinas do Piauí, Cristino Castro, Itainópolis, Jaicós, São João do Piauí e Tanque do Piauí. Angical foi o primeiro a receber e aprovar os estudos de viabilidade, e deve lançar o edital da licitação da PPP ainda este mês. As demais cidades encontram-se em fase de estudos e levantamento de dados; São João do Piauí está finalizando a entrega da documentação e deve ser a próxima a avançar para a etapa seguinte da PPP.

Veja também
Ele1 - Criar site de notícias