Sexta, 21 de Janeiro de 2022
Brasil Sergipe

Instituto de Criminalística registra 389 laudos de exames periciais de identificação veicular

Exames e laudos fornecem subsídios às investigações de roubos e furtos de veículos no estado

13/01/2022 às 09h37 Atualizada em 13/01/2022 às 09h40
Por: Redação Fonte: Secom Sergipe
Compartilhe:

O Instituto de Criminalística (IC) conta com uma seção especializada na identificação de adulteração de sinais identificadores frutos dos crimes de furto e roubo de veículos. Os peritos da seção de identificação veicular atuam na busca pelos vestígios que forneçam subsídios de que os veículos apreendidos nas ações policiais foram obtidos a partir de investidas criminosas. Em 2021, houve um aumento de 47% na quantidade de exames realizados pelos peritos do IC na área de identificação veicular e de 59% na quantidade de laudos emitidos a partir das análises feitas nos veículos apreendidos pelas forças de segurança pública de Sergipe.

Segundo o levantamento feito pelo Instituto de Criminalística (IC), enquanto em 2020 foram feitos 275 exames periciais de identificação veicular, no ano passado foram realizados 403 exames. Já no tocante aos laudos periciais emitidos pela seção de identificação veicular, ao passo que em 2020 foram emitidos 245 laudos, esse número foi de 389, em 2021.

De acordo com o diretor do Instituto de Criminalística, Luciano Homem, os veículos são periciados na medida em que são apreendidos pelas forças de segurança pública e que as delegacias fazem a requisição de exames periciais para emissão de laudo. Conforme o diretor do IC, os peritos criminais contam com capacitações e equipamentos para a verificação de elementos que subsidiam as investigações sobre furtos e roubos de veículos.

“Os peritos buscam elementos que possam identificar o veículo original. Durante os exames, os peritos utilizam alguns reagentes químicos para fazer a revelação desses números, pois normalmente os criminosos tentam suprimir as numerações. Os peritos também utilizam equipamentos eletrônicos que fazem a leitura dos módulos do veículo para tentar revelar a identificação original do veículo. As perícias viabilizam que os veículos sejam restituídos aos verdadeiros donos”, detalhou.

O volume de perícias apresentou um aumento graças às ações de intensificação das análises dos veículos que foi implementada pelo IC. “Conseguimos ter um aumento na realização de exames periciais e emissão de laudos na seção de identificação veicular. Em 2021 começamos a fazer alguns mutirões pela grande quantidade de requisições de exames periciais. De setembro a dezembro, fizemos alguns mutirões envolvendo diversos peritos da seção e de outras divisões tanto na capital, quanto no interior, para poder dar uma vazão maior na emissão dos laudos de identificação veicular”, concluiu Luciano Homem.

Ele1 - Criar site de notícias