Geral COMBATE AO TRÁFICO

ROTAM e BAC apreendem mais de 340 Kg de entorpecentes em Ananindeua

A droga foi encontra com ajuda de cão farejador, a qual aborda técnicas diferenciadas, que transpõem as manobras usadas pelos criminosos para confu...

11/06/2024 às 22h20
Por: Redação Fonte: Secom Pará
Compartilhe:

Uma ação conjunta do Batalhão de Rondas Ostensivas Táticas Motorizadas (Rotam) e do Batalhão de Ações com Cães (BAC), unidades subordinadas ao Comando de Missões Especiais (CME), resultou na apreensão de mais de 342,44 quilos de entorpecentes, no município de Ananindeua, Região Metropolitana de Belém, na noite desta terça-feira, 11.

A ocorrência iniciou quando militares da Rotam realizavam diligências no bairro Centro de Ananindeua, para localizar os integrantes de um carro branco que, conforme circular do Centro Integrado de Operações (CIOP), haviam praticado roubos no bairro Castanheira.

Ao entrarem na Rua Paulo Maranhão, os agentes da tropa especializada da PM perceberam uma intensa movimentação de veículos em um galpão, aparentemente abandonado. Com cautela, os militares entraram no local, onde notaram um forte odor, similar ao ácido sulfúrico, que exalava de um dos caminhões estacionados no terreno.

Diante da situação, os agentes suspeitaram de que pudesse haver entorpecentes no interior do veículo. Então, uma guarnição do BAC, com apoio de cão farejador, foi acionada para colaborar com as buscas no caminhão e facilitar a detecção de algum ilícito.

“Pedimos o apoio do BAC porque a extensão do caminhão era grande e parecia haver uma grande carga por debaixo da lona. E aí, os cães deram o alerta de terem farejado entorpecentes, então cortamos um lado da lona e localizamos os produtos ilícitos”, explicou o tenente Piedade, que estava à frente da ocorrência.

O uso de cão farejador tem colaborado para excelentes resultados na apreensão de entorpecentes, com técnicas diferenciadas, que transpõem as manobras usadas pelos criminosos para confundir os agentes de segurança, como o uso de pó de café para camuflar o cheiro da droga. A Rotam e demais unidades que integram o CME têm empreendido ações pontuais, com operações em áreas estratégicas, para combater a criminalidade de modo geral.

“O Batalhão de Rotam vem realizando trabalhos contínuos de forma consolidada no combate à criminalidade, por meio de patrulhamento tático nas áreas de policiamento, dando suporte no recobrimento tático da região metropolitana e interior do Estado. E é importante destacar que essa apreensão não é um fato isolado, a gente teve ocorrências relevantes relacionadas especificamente ao crime de tráfico de drogas, sendo um crime que abre portas e financia a prática de outros delitos”, comentou o comandante da unidade, Tenente Coronel Adriano Raiol.

No mês de maio do corrente ano, a unidade especializada, seguindo as diretrizes do Comando da Instituição, realizou diversas apreensões de drogas e armas, além da captura de foragidos. Isso impacta os números de redução da criminalidade que o Estado vem alcançado.

"Seguimos as diretrizes do Comando da PM, do Departamento Geral de Operações e do CME. Estamos diariamente nas ruas, abordando, fiscalizando veículos, a fim de combater a criminalidade por todos os lados, preventiva e repressivamente. Essa apreensão é resultado do empenho do nosso efetivo", afirmou o Major Nazareno, subcomandante da Rotam.

Ele1 - Criar site de notícias